TODA BRINCADEIRA TEM QUE TER LIMITE.

ImagemO menino que se jogou do 5º andar do Colégio São Bento, pode ter sido vítima de preconceito. O sofrimento do estudante de 12 anos, por enquanto é surpresa para os amigos e professores que o descrevem  como um menino alegre. Apesar disso é comum a vitima sofrer calada.

As crianças acham que se contarem aos seus pais, eles ficarão chateados em saber que têm um filho frágil e como covarde, e também tem o medo de que ocorram outros tipos de agressão por parte das outras crianças (ou pessoas) em volta. É importante ficar atento às atitudes das crianças e estar disposto a ouvir sempre, assim elas terão confiança para sempre que for necessário contar o que está acontecendo. 

É necessário que os pais e pessoas próximas deem força para a criança sair daquela situação e para que ela passe a ter mais confiança em si . Nesse caso é essencial que os pais do aluno falem com os pais do agressor  para que eles também tomem as providências necessárias.

Artigo de Opinião – Por Letícia Ozório (aluna 2006)

5 thoughts on “TODA BRINCADEIRA TEM QUE TER LIMITE.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s